Proibido para não publicitários

Este blog estava sendo invadido, sem deliberação alguma, pelas diversas áreas da comunicação. Mas eu decidi botar ordem na casa; por ora, chega de cinema, fotografia ou bagunças alheias em mesa de bar. Chegou a hora de falar de coisa séria, chegou, finalmente, o momento da publicidade.

Ironias à parte, o tema em questão é cheio de ambiguidades, trocadilhos, humor e trabalho árduo. A redação é uma das especialidades mais importantes da publicidade. Os redatores já garantiram seu lugar cativo em qualquer agência, porém, ainda assim, a demanda por bons profissionais não cessa.

Mas ai está a dúvida que não para de martelar: o que fazer para se tornar um deles?

A solução que já existia em Miami, Nova Iorque, Chicago, São Francisco, Londres, Amsterdã, Mineápolis, Budapeste, Praga, Madrid e Hamburgo agora chega também ao Brasil.

É a Miami AD School, que em parceria com a ESPM, oferece seus tradicionais cursos para publicitários e designers, com certificados internacionalmente reconhecidos, em São Paulo.

De cara já estou encantada, e confesso que esta me parece ser a oportunidade perfeita para quem quer adquirir a perspicácia de ter sacadas brilhantes e a capacidade invejável de vender brincando com as palavras.



Para os poderosos chefões da instituição, dois anos são mais do que suficientes para transformar capacidade em escrever e capacidade em ter idéias em: criação publicitária.

O curso diz gabaritar seus alunos a fazer muito mais do que anúncios de jornal ou frases para outdoor, ele desenvolve a capacidade de se ter idéias e ainda transcrevê-las para qualquer que seja o formato exigido.

Admito que o valor de tal milagre, ainda que cobrado em real, é salgado como o dólar. Mas, pode valer muito a pena, se de fato der a você o dom de escrever minúsculas frases que digam mais que mil imagens!



Ai está link para quem quiser saber mais sobre a Miami AD e os cursos oferecidos por ela. Vale muito à pena dar uma conferida!

http://www.masespm.com.br/


5 comentários:

Anônimo disse...
8 de dezembro de 2009 17:18

Adorei o novo post. Muito interessante. Parabéns pelo trabalho, meninas!

Karina disse...
9 de dezembro de 2009 00:35

Só posso rir com esse post, primeiro pela atribuição de a redação ser uma das especialidades mais importantes. COmo assim? Quem disse isso? E as outras funções são menos importantes pq? E olha que eu trabalho como redatora...
Segundo querer ensinar formulinhas para ser um bom redator não existe mesmo, por favor né, o que conta para um bom redator é sua carga cultural, seu modo de ver e sentir o mundo, suas referências. Não adiante o cara ser um alienado e fazer esse curso aí. Dão tanta moral para a ESPM não sei pq. Aliás não sei pq mesmo, com o nível que está a publicidade no Brasil...

Eduardo disse...
9 de dezembro de 2009 07:09

Eu realmente acho a ESPM uma instuição bem conceituada e merece o mérito por essa atribuição de uma das "melhores".

Eu já fiz uma Oficina de Redação e ouvi da boca de uma redatora e sócia de uma agência do Estado, que a carência maior são de redatores com um nível qualificado o sufuciente.
Então, acho válido, nem que seja através de fórmulas, buscar uma qualificação melhor que vá além da Universidade.

Anônimo disse...
9 de dezembro de 2009 08:46

Estão segmentando o blog, hehehehe
To acompanhando tudo!!!
Show...
Felipe

cursando fora.com disse...
9 de dezembro de 2009 13:02

Ei, Karina. confesso que fiquei bem surpresa com o seu comentário. Não pelo lado negativo que se possa ter a princípio, mas sim pela resposta sincera que vocês nos deu em relação à postagem (e de certa forma ao blog).
É muito legal ver que as pessoas tão lendo nossas matérias e refletindo sobre o conteúdo como um todo.
Mas enfim... vim aqui tb para tentar esclarecer o que foi escrito e contra argumentar suas críticas.
Mencionei ser a redação publicitária uma das funções principais da área, não por desmerecer as demais, mas sim para voltar às especialidades fundamentais (os pilares de sustentação) da publicidade. Isso porque nos posts anteriores estávamos falando muito das áreas afins que fogem um pouco da rotina INTERNA das agências.
Quanto aos cursos, estes são nossa razão de existir. Não pense que a intenção foi levar ao céu a ESPM ou qualquer outra entidade aqui relatada. Nosso desejo é conseguir mostrar as possibilidades de qualificação pros estudantes ou profissionais que queiram se especializar. Com o blog, só pretendemos revelar uma parte do caminho a ser trilhado, as referências culturais, experimentais e etc, certamente partirão da dedicação e do talento de cada um.
Espero que você compreenda melhor o cursando fora e que continue nos acompanhando.
valeu!

Postar um comentário